Não Julguemos o Próximo para não Sermos Julgados - Santana Notícia

Últimas Notícias

sexta-feira

Não Julguemos o Próximo para não Sermos Julgados

QUEM NUNCA ERROU? QUEM NUNCA PECOU? 

* Por Cabral Gurgel 

Pecamos e erramos contra Deus, contra o próximo e contra nós mesmos. Pecamos e erramos por atos, omissões, palavras e até por pensamentos. Pecamos e erramos por influência do diabo e do mundo: "Não há nenhum ser humano vivo sobre a terra que não erre nem peque". Imaginem um prefeito de uma cidade do interior igual Felipe Guerra. “O sujo não pode falar do mal lavado. É o que vejo acontecer em Felipe Guerra e em várias situações semelhantes ao que aqui quero narrar e de certa forma avaliar. Eu, por muitas vezes, por uma politicagem sebosa, costumava julgar e desejar mal àqueles que costumamos chamar de adversários políticos. 

Braz Costa por ser quem liderava o grupo à época, inclusive sendo prefeito era principal vítima para tais. Hoje conhecendo melhor a pessoa dele,vejo o quanto fui infeliz por muitas vezes em julgá-lo. 

Ele errou? errou sim! Assim como nós ele também é um ser humano passivo de erros.Porém por muitas vezes,ou até mesmo em sua maioria,foram erros com intenção de ajudar ao próximo,porém,mal sabia ele o mal que estaria fazendo a si mesmo,pois no momento sua intenção era tão somente de ajudar. Quantos por muitas vezes já bateram em sua porta para lhe pedir uma ajuda para uma cirurgia, remédio,coisas do tipo? e você talvez simplesmente tirasse de um lugar,para atender as necessidades dos que precisavam. 

Quantos foram os que saíram com a decepção de um não? Talvez poucos ou nenhum. Prova disso tudo é que não o vemos com grandes riquezas materiais, nem carros luxuosos entre outros. 

Tem sim, alguns bens, mas normal para aquele que um dia já foi prefeito de uma cidade. 

Pois é! Braz Costa os que realmente o conhece sabe que é um cidadão de bem, de bom coração, onde seus erros só prejudicaram a si mesmo e que, não merece,assim como nenhum cidadão felipense, que lhes sejam "atirado pedras". Moramos em uma cidade pequena à qual tenho muita admiração e respeito, tenho todos como família,parte de mim.E é assim,que acho que todos também deveriam ver os que aqui habitam. 

Braz Costa torço para que volte o mais breve para o convívio entre os que te admiram e que deveriam te admirar. Você não merece está onde encontra-se.Este lugar,ao meu ver, serve para aqueles que matam o próximo,trafica,alicia crianças,dentre muitas outras barbáries. O que não é o seu caso. 

Independente de tudo saibas que também tens pessoas que te admiram e que te querem muito bem. Isso é o que vemos no semblante de muitos que vêem e reconhecem que o lugar onde estás não é o lugar que merece. 

Muitos no momento estejam me julgando como um babão ou coisa do tipo. Não sou nenhum babão, não tenho nenhum motivo para isso, sou um simples cidadão, daqueles que não gosta de desejar ao próximo o que não desejaria a si mesmo ou a um ente seu. 

Devemos ser mais humanos e deixar de lado uma politicagem barata e vermos as pessoas como elas realmente são e tratá-las da forma que realmente merecem. Força amigo, justiça maior é a de Deus. Você sairá dessa. 

"Depois da tempestade, vem a bonança".

Abraço amigo,Deus esteja contigo. 

 Cabral Gurgel

3 comentários:

  1. Parabéns vc falou tudo.

    ResponderExcluir
  2. Braz sairá dessa se deus quiser, os que hoje está feliz por ele está passando por essa situação, um dia eles pagará por tudo também.

    Braz estamos com vc meu prefeito.

    ResponderExcluir
  3. Cabra falou muito bem, braz feis muito por pesoas que nã deveria

    ResponderExcluir

test banner