104º Homicídio em Mossoró 2015: Homem que estava desaparecido é encontrado morto com mais de 20 tiros no Distrito Industrial - Santana Notícia

Últimas Notícias

sábado

104º Homicídio em Mossoró 2015: Homem que estava desaparecido é encontrado morto com mais de 20 tiros no Distrito Industrial

Antônio Fernandes de Oliveira de 46 anos de idade,morador do bairro Redenção,que estava desaparecido desde a madrugada de sexta feira (28),foi encontrado morto na manhã deste sábado 29 de agosto de 2015,em um matagal,as margens da Estrada da raíz,no Distrito Industrial,em Mossoró no Rio Grande do Norte. 

Familiares receberam informações de que um vigilante, que trabalha em uma empresa,localizada próximo a onde o corpo foi encontrado, teria ouvido muitos disparos de arma de fogo na madrugada de sexta feira e na manhã de hoje saíram a procura de Antônio Fernandes. 

eles se dividiram em dois grupos e saíram pelo mato,até que encontraram o corpo,que estava crivado de balas e acionaram a polícia Militar. Um Guarnição do Grupo Tático Operacional-GTO foi ao local,onde fez o isolamento da área até a chegada dos peritos do ITEP. 

Os peritos recolheram 23 capsulas de Pistola 380,que estavam espalhadas em volta ao corpo. O perito criminal Joaquim Guimarães,não soube precisar quantos disparos atingiram a vítima,que apresentava várias perfurações em todo o corpo. 

O corpo foi removido para a sede regional do ITEP onde será necropsiado e liberado para sepultamento. A família havia registrado dois boletins de Ocorrências,sobre o desaparecimento de Antônio Francisco,ocorrido por volta das 02horas da madrugada de sexta feira. 

Os familiares informaram que Antônio Fernandes foi raptado por quatro homens encapuzados,enquanto bebia com um amigo na calçada de sua casa. Eles disseram que a vítima não tinha inimigo,apenas que era usuário de drogas. 

Este é o 104º assassinato em Mossoró neste ano de 2015 e Antônio Fernandes foi a 13ª pessoa raptada e morta na cidade. O caso será investigado pela DEHOM.



Fonte: Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário