112° Homicídio em Mossoró 2018: Preso de Justiça em liberdade vigiada é morto a tiros no Bairro Belo Horizonte - Santana Notícia

Últimas Notícias

sexta-feira

112° Homicídio em Mossoró 2018: Preso de Justiça em liberdade vigiada é morto a tiros no Bairro Belo Horizonte

Depois de oito dias de uma aparente tranquilidade em relação a crimes contra a vida, a cidade de Mossoro, na região Oeste do Rio Grande do Norte, volta a registrar quebra a trégua e volta a registrar homicídio.
O preso de justiça em liberdade vigiada por tornozeleira eletrônica, Antonio Ericélio Ferreira Gomes, "Célio" de 28 anos Mecânico foi morto a tiros na calçada da casa de familiares.
O crime aconteceu, por volta das 14h40min desta sexta feira 15 de junho de 2018, na Rua Vicente Martins no Bairro Horizonte.
Segundo informações colhidas pela Polícia junto a familiares, Célio saía de casa e antes mesmo de subir em sua moto, os criminosos chegaram e atiraram várias vezes em sua direção. Ninguém soube explicar quantos atiradores chegaram no local nem em que tipo de veículo.
A vítima foi atingida com pelo menos três tiros, dos quais um ateingiu a nuca, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Os suspeitos do crime, fugiram em sentido ignorado e até o momento não foram identificados.
A polícia informou que o mecânico havia deixado a prisão a pouco mais de dois dias e usava tornozeleira eletrônica. Na justiça ele respondia a um processo por assalto (art. 157 do CPB). Até o momento não há informações sobre a motivação e suspeitos do crime.
De acordo com informações Antônio Ericélio chegou a ser intimado duas vezes pela Delegacia de Homicídios, mas não compareceu nenhuma das intimações. Ele seria ouvido como testemunha no caso de Sivanildo da Silva Alves, encontrado caído com ferimento na cabeça próximo ao Hospital da Hapvida, no Bairro Nova Betânia, na madrugada do dia 07 de abril desse ano.
Sivanildo foi socorrido pelo Samu para o Hospital Tarcísio Maia, mas não resistiu e morreu um dia depois de ser internado naquela unidade hospitalar. Segundo informações, o motivo da intimição de Antônio Ericlécio seria porque ele estava em uma bebedeira junto com com Sivanildo e outras pessoas.
O corpo do preso de justiça, foi periciado no local e removido para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. Mossoró, chega nesta sexta feira (15) aos 112 homicidios neste ano de 2018. As investigações serão conduzidas pela DHM ( Delegacia de Homicídios de Mossoró).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

test banner