74º Homicídio em Mossoró 2019: Mulher baleada no Bairro Santo Antônio, morre no Hospital Tarcísio Maia. - Santana Notícia

Últimas Notícias

quinta-feira

74º Homicídio em Mossoró 2019: Mulher baleada no Bairro Santo Antônio, morre no Hospital Tarcísio Maia.

Vaneska Dantas da Silva, 37 anos foi a terceira pessoa da família a ser assassinada. Ela foi baleada no início da noite de quarta feira 29 de maio de 2019, em casa, na Rua Nicácia Costa de Araújo, no Bairro Santo Antônio em Mossoró, no Oeste Potiguar.
Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, a vítima tinha saído de uma academia vizinha a residência dela e quando chegava em casa, elementos em um carro de cor preta chegaram e ao se aproximar efetuaram vários disparos de arma de fogo em sua direção.
Vaneska foi atingida com três tiros, sendo dois no braço direito e um na região torácica. A mesma foi socorrida por populares, para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Santo Antônio e depois transferida pelo Samu para o hospital Tarcísio Maia, mas não resistiu.
Ela morreu durante a madrugada desta quinta feira (30). O corpo de Vaneska Dantas da Silva, será removido do necrotério do HRTM, por uma funerária para o Instituto Médico Legal (IML) do Itep onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.
Histórico
No dia 7 de julho de 2018, o irmão dela, Vandecley Dantas da Silva, 37 anos foi alvejado com vários tiros de pistola ponto 40. quando chegava em casa de moto. Ele ainda chegou a ser socorrido, mas morreu na UPA do Santo Antônio.
No dia 13 de maio desse ano, o sobrinho de Vaneska, Wandir Cleiton Teles da Silva de 19 anos, filho de Vandecley morreu vítima de disparos de arma de fogo. O jovem havia sido baleado durante um tiroteio ocorrido na madrugada do dia, 10 daquele mês, próximo a Barragem de Baixo no bairro Barrocas em Mossoró e morreu três dias depois no hospital Tarcísio Maia.
Até o momento não há informações sobre motivação e autoria do crime. Vaneska Dantas da Silva,foi a septuagésima quarta (74ª) vítima de homicídio em Mossoró neste ano de 2019. O crime vai ser investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário